Habilitação e Celebração do Casamento (Direito Civil) – Resumo Completo

Neste artigo, você vai entender, passo a passo, como funciona a habilitação para o casamento e como se desenvolve a celebração do casamento perante o Código Civil.

O casamento é um negócio jurídico formal e solene.

Dentre as solenidades exigidas, está o procedimento de habilitação.

Existe uma clara tendência de desjudicialização deste procedimento.

O art. 1.526 do CC/02, por exemplo, dispõe que “a habilitação será feita pessoalmente perante o oficial do Registro Civil, com a audiência do Ministério Público” .

Flexibilizando o procedimento, o enunciado 120 do CJF/ STJ esclarece que “deverá ser suprida a expressão ‘será homologada pelo juiz’ no art. 1.526, o qual passará a dispor: ‘art. 1.526. A habilitação de casamento será feita perante o oficial do Registro Civil e ouvido o Ministério Público’”.

  • Dica: entende o tema, de forma definitiva, com nosso vídeo desenhado sobre o assunto.
resumo de habilitação e celebração para o casamento (Direito Civil)

A título de complementação, o ato nº 289/2002 do PGJ/ CGMP/ CPJ do Estado de São Paulo autoriza a dispensa da audiência com o MP em alguns casos.

O procedimento ocorre da seguinte forma:

Acesse o Mapa Mental dessa Aula

  • ✅Revisão rápida 
  • ✅Memorização simples
  • ✅Maior concentração
  • ✅Simplificação do conteúdo.

Em primeiro lugar, o Oficial analisará o rol de documentos exigidos.

Caso tais documentos estejam corretos, o oficial mandará publicar as proclamas na circunscrição do Cartório de Registro Civil de ambos os nubentes pelo prazo de 15 dias (art. 1.527 do CC/02).

O Código Civil destaca, ainda, que, se houver, deve-se publicar na imprensa local.

Em caso de urgência, poderá ser dispensada a publicação.

O requerimento de habilitação para o casamento será firmado por ambos os nubentes, de próprio punho, ou, a seu pedido, por procurador.

São documentos exigidos pelo art. 1.525 do CC/02:

I – certidão de nascimento ou documento equivalente;

II – autorização por escrito das pessoas sob cuja dependência legal estiverem, ou ato judicial que a supra;

III – declaração de duas testemunhas maiores, parentes ou não, que atestem conhecê-los e afirmem não existir impedimento que os iniba de casar;

IV – declaração do estado civil, do domicílio e da residência atual dos contraentes e de seus pais, se forem conhecidos;

V – certidão de óbito do cônjuge falecido, de sentença declaratória de nulidade ou de anulação de casamento, transitada em julgado, ou do registro da sentença de divórcio.

Tal procedimento ocorrerá perante o MP e não perante o juiz (alterado em 2009).

Apenas no caso de impugnação será submetido ao juiz de registros públicos.

Pode-se, aqui, arguir impedimento ou suspensão, desde que não seja anônimo, uma vez que poderá ensejar a reparação de dano.

Neste caso, o oficial de cartório instruirá o procedimento, nos termos do art. 67, § 5º, da lei 6.015, vale citar:

§ 5º Se houver apresentação de impedimento, o oficial dará ciência do fato aos nubentes, para que indiquem em três dias prova que pretendam produzir, e remeterá os autos a juízo; produzidas as provas pelo oponente e pelos nubentes, no prazo de dez dias, com ciência do Ministério Público, e ouvidos os interessados e o órgão do Ministério Público em cinco dias, decidirá o Juiz em igual prazo.

Cumprida esta etapa, o oficial expede o certificado de habilitação autorizando a casar, cuja validade é de 90 dias.

Caso os nubentes não casem em 90 dias, deverão realizar um novo procedimento de habilitação.

resumo de habilitação e celebração para o casamento (Direito Civil)

Assista Agora a Aula Desenhada de

Habilitação e Celebração do Casamento (Direito Civil) – Resumo Completo

  • ✅Mais didática 
  • ✅Fácil entendimento
  • ✅Sem enrolação
  • ✅Melhor revisão

Da celebração do casamento

O casamento deverá ser celebrado no dia, hora e lugar previamente designados pela autoridade que houver de presidir o ato, mediante petição dos contraentes, que se mostrem habilitados com a certidão do art. 1.531.

O casamento civil pode ser realizado:

  1. Na sede do cartório ou outro edifício público, com toda publicidade, a portas abertas, presentes pelo menos duas testemunhas, parentes ou não;
  2. Em edifício particular, com toda publicidade, a portas abertas, presentes pelo menos quatro testemunhas, parentes ou não.

É interessante observar que também serão quatro testemunhas se algum dos contraentes não souber ou não puder escrever.

É possível casar por procuração (art. 1.535 do CC/02).

A procuração deve ser por instrumento público, e ainda, com poderes específicos para casar com determinada pessoa.

A procuração é o documento que instrumentaliza o mandato que, por sua vez, é um negócio jurídico.

Segundo o Código civil, cessa o mandato com a revogação (art. 682, I, CC/02).

O mesmo diploma esclarece que são validos, a respeito dos contratantes de boa-fé, os atos com estes ajustados em nome do mandante pelo mandatário, enquanto este desconhecer a extinção do mandato (art. 689 do CC/02).

Então, em tese, a revogação do mandato depende da ciência da extinção do mandato por parte do mandatário.

No casamento, contudo, a regra é modificada pelo legislador.

A revogação da procuração não precisa chegar ao conhecimento do mandatário.

Nesta hipótese, celebrado o casamento, responderá o mandante por perdas e danos.

Além disso, a revogação também precisa ser feita por instrumento público.

Lembre-se que a procuração tem prazo máximo de 90 dias.

O casamento celebrado com o mandato revogado é anulável no prazo de 180 dias, desde que não ocorra coabitação entre os cônjuges (art. 1.550, V, CC/02).

Ainda em relação a celebração do casamento, é muito importante anotar que o juiz deverá suspender a cerimônia se um dos contraentes:

  1. Recusar a solene afirmação de sua vontade;
  2. Declara que a vontade não é livre e espontânea;
  3. Manifesta-se arrependido.

Caso ocorra qualquer das hipóteses, é vedado a retratação no mesmo dia (art. 1.538, parágrafo único, do CC/02).

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Veja Também...

Deixe um comentário

CURSO DE DIREITO CIVIL DESENHADO

👉 DIREITO SIMPLES E DESCOMPLICADO

Acesso imediato 🚀

Enviar Mensagem
Precisa de Ajuda?
Olá! 😉
Posso ajudar com Mapas Mentais, Resumos e Videoaulas de Direito 🤓👊📚